Home

Acesse aqui as gravações em vídeo da conferência, minicurso e mesas redondas realizados no Encontro de Divulgação de Ciência e Cultura (Edicc1) e também as apresentações disponibilizadas pelos convidados:

06/03 – Mesa redonda “Pesquisa e criação em ciência e cultura”

Vídeo

06/03 -Conferência de abertura por Carlos Vogt (Labjor/ Unicamp)

Vídeo |Apresentação

06/03 – Oficina “A natureza vivenciada por meio das danças brasileiras e da cultura popular: estratégias para educação ambiental”

Vídeo

07/03 – Performance “Patch em preto e branco”

Vídeo

07/03 – Minicurso “Divulgação Científica e Novas Mídias” com Atila Iamarino (ScienceBlogs Brasil)

Vídeo parte 1 | Vídeo parte 2 | Apresentação (pdf)

08/03 – Mesa redonda “Interdisciplinaridade”

Vídeo parte 1 | Vídeo parte 2

08/03 – Mesa redonda “Divulgação de ciência e cultura”

Vídeo

A cobertura dada pela imprensa para as questões científicas, especialmente quando envolve assuntos relacionados à saúde, será tema de um debate durante o 1º EDICC- Encontro de Divulgação em Ciência e Cultura, que acontecerá na Unicamp entre os dias 6 e 8 de março. Na sessão destinada a este debate, estarão pesquisadores que investigam temas como o monitoramento de parâmetros médicos, o registro de ensaios clínicos como instrumento de divulgação e a cobertura que a mídia dá as questões de saúde.

As conclusões a que chegaram os pesquisadores não são sempre favoráveis à mídia. Guilherme Gorgulho Braz, mestrando do Programa de Pós-Graduação em Divulgação Científica e Cultural (IEL-Labjor-Unicamp), estudando o combate à hanseníase em São Paulo no século passado, concluiu que o estado adotou práticas medievais no tratamento dos pacientes, com total apoio da mídia, que retratava os que se submetiam a tratamentos draconianos como dignos de pena, e os que recusavam esse tipo de tratamento como perigosos para a sociedade.

Pensar na relação entre ciência, saúde e mídia é importante porque, como verificou em seu estudo outra mestranda do mesmo programa que participará do debate, Marcela Carlini, a divulgação por jornais de notícias relacionadas à saúde pode efetivamente influenciar o comportamento de pacientes e de profissionais de saúde. Marcela mapeou a cobertura dada a temas de saúde pelos jornais Folha de S. Paulo e O Estado de S. Paulo e levará os resultados ao encontro.

E o que dizer então da pesquisa que não chega à mídia, ou seja, que chega a conclusões que contrariam a vontade de seus patrocinadores e por isso não são divulgadas? Esse é um tema que será debatido na apresentação do trabalho “Registro de ensaios clínicos: implicações científicas e políticas da comunicação da ciência”, do doutorando em Política Científica e Tecnológica (IG-Unicamp), Alessandro Luís Piolli, da  a professora Maria Conceição da Costa (IG-Unicamp) e Josué Laguardia, pesquisador Fiocruz.

A sessão de apresentação de trabalhos, que reunirá esses debatedores, acontecerá no dia 07 de março no Instituto de Estudos Avançados (IEL).

O 1º EDICC acontece entre os dias 6 e 8 de março no Instituto de Estudos Avançados (IEL), da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). O evento é organizado pelos alunos do Mestrado em Divulgação Científica e Cultural (MDCC), do Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo (Labjor) e IEL.

A divulgação científica e cultural – assunto que atualmente desperta muita atenção do meio acadêmico e que também ocupa cada vez mais espaço nas bancas de jornal e nas livrarias – será tema da mesa-redonda “Divulgação de Ciência e Cultura”, que encerra as atividades do EDICC1 no dia 8 de março, a partir das 16 horas.

A mesa-redonda contará com a participação de especialistas na área como Mariluce Moura, diretora de redação da Revista Fapesp (publicação impressa e online), que dispõem hoje de uma das mais relevantes estruturas de divulgação científica do país.

Também participará da mesa Oscar Alamo, docente da Universidad Nacional de Villa María (em Córdoba, Argentina), que falará sobre o tema “A divulgação como política pública na construção da cidadania”. Alamo é responsável pela disciplina de “Comunicación y Desarrollo Tecnológico” no curso de Comunicação Social.

A mesa também será integrada pela professora da Unicamp Daniela Birman, que é jornalista e doutora em Literatura Comparada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, com pós-doutorado em Estudos Culturais no Programa Avançado em Cultura Contemporânea (PACC/UFRJ). Atualmente é pós-doutoranda em Literatura Brasileira no Instituto de Estudos da Linguagem (IEL-Unicamp), onde desenvolve o
projeto “Confinados: escrita e experiência do cárcere em Lima Barreto e Graciliano Ramos”.

Acompanhe as mesas ao vivo pela internet. Acesse www.livestream.com/edicc1

As palestras e mesas-redondas realizadas no 1º Encontro de Divulgação de Ciência e Cultura (Edicc1) serão transmitidas ao vivo.
Acesse www.livestream.com/edicc1 e acompanhe!

Durante abertura do 1º Encontro de Divulgação de Ciência e Cultura (Edicc1), no dia 6 de março de manhã, o público participante será instigado ao debate com professores e alunos do programa de Mestrado em Divulgação Científica e Cultural (MDCC – IEL/Labjor/Unicamp) durante a mesa redonda “Pesquisa e criação em divulgação científica e cultural”.

Além disso, será o momento de boas-vindas aos novos alunos do mestrado, ingressantes em 2012 no MDCC, e de apresentação das propostas do programa contextualizando-o para o público geral interessado, além de seus atuais e ex-alunos presentes.

Programação completa da abertura:

Abertura – Dia 6 de março

Local: Auditório do IEL-Unicamp

9h – 10h: Abertura do evento e café da manhã coletivo**

10h – 12h: Mesa redonda com a participação do público: “Pesquisa e criação em divulgação científica e cultural”

Participantes da mesa:

Profª Drª Susana Oliveira Dias é mestre e doutora em educação pela FE-Unicamp, pesquisadora do Labjor-Unicamp, líder do grupo de pesquisa multiTÃO: prolifer-artes subvertendo ciências e educações (CNPq) e coordenadora do Mestrado em Divulgação Científica e Cultural (MDCC IEL/Labjor-Unicamp).

Profª Drª Graça Caldas é doutora em Ciência da Comunicação pela ECA/USP. É líder do Grupo de Pesquisa do CNPq, Comunicação Científica e Tecnológica-Mídia e Poder e professora-pesquisadora do curso Lato Sensu de Jornalismo Científico e do Mestrado em Divulgação Científica e Cultural do IEL/Labjor/Unicamp.

Patricia Mariuzzo é bacharel em história e especialista em jornalismo científico. Ex-aluna do Labjor (MDCC 2008), atualmente é editora adjunta da Pré-Univesp e escreve regularmente para o Programa de Incentivo à Inovação, do Sebrae-MG e na revista Ciência e Cultura.

Leila Bonfietti é jornalista e ex-aluna do Labjor (MDCC 2009), onde desenvolveu pesquisa sobre divulgação científica e assessorias de comunicação.

Maria Lívia Gonçalves é bióloga e ex-aluna do Labjor (MDCC 2009), onde desenvolveu pesquisa sobre a instalação Memento Mori de Walmor Côrrea.

Aline G. T. Câmara é bacharel em Letras e Linguística, aluna do Labjor (MDCC 2010) e desenvolve pesquisa sobre jornalismo literário.

Cauê Nunes é cientista social e jornalista com especialização em Jornalismo Científico. É aluno do Labjor (MDCC 2010) e desenvolve pesquisa sobre documentário, ciência e fabulação.

Lucas Pereira Guedes, jornalista e especialista em Mídia, Informação e Cultura. É aluno do Labjor (MDCC 2011), trabalha com produção cultural e estuda as relações entre literatura e internet.

Tainá Mascarenhas de Luccas é bacharel em Comunicação Social – Jornalismo, aluna do Labjor (MDCC 2011) e desenvolve pesquisa sobre divulgação científica, mudanças climáticas e imagens.

**O café da manhã também será um momento aberto para a participação de todos. Pratos doces/salgados ou bebidas trazidos para o café serão bem-vindos!

Confira a programação das apresentações de trabalhos no Edicc1:

Dia 07 de março

Dia 08 de março

Apresentações livres

 

Participe como ouvinte! As inscrições para ouvintes são gratuitas e estão abertas até 5 de março. Saiba mais aqui.

Local

O 1º EDICC acontecerá  na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), no auditório e salas do Instituto de Estudos da Linguagem (IEL): Rua Sérgio Buarque de Holanda, no 571, Campinas – SP CEP 13083-859. Mais informação aqui.

Acontecerá no dia 8 de março, quinta-feira à tarde (a partir das 13h30), durante o Encontro de Divulgação de Ciência e Cultura (EDICC), a mesa “Interdisciplinaridade: um diálogo entre ciência e cultura”. O evento acontecerá no Instituto de Estudos da linguagem da Unicamp e as inscrições são gratuitas.

Veja abaixo o perfil dos três professores que participarão do evento:

Carlos Rodrigues Brandão:
É professor colaborador do Programa de Pós-Graduação em Antropologia da Universidade Estadual de Campinas e professor visitante senior da Universidade Federal de Uberlândia. Desenvolve pesquisa de campo com equipe em comunidades tradicionais ribeirinhas do rio São Franciso. Tem experiência na área de Antropologia, com ênfase em Antropologia Rural, Antropologia da Religião e Antropologia e Ambiente, atuando principalmente nos seguintes temas: cultura, cultura popular, educação popular, educação ambiental.

Olga Rodrigues de Moraes Von Simson:
Ex-coordenadora do Centro de Memória Unicamp (CMU) e autora do livro Carnaval em branco e negro – Carnaval popular paulistano 1914-1988. É doutora em Sociologia da Cultura pela Universidade de São Paulo, com pós-doutorado pela Universidade de Tübigen – Geographisches Institut, na Alemanha. É professora colaboradora do Departamento de Ciências Sociais na Educação da Faculdade de Educação da Unicamp e do Programa de Pós-gradução em Gerontologia, da mesma faculdade.

Rafael de Almeida Evangelista:
É cientista social, mestre em linguística e doutor em antropologia pela Universidade Estadual de Campinas. É pesquisador do Laboratório de Estudos Avançados em Jornalismo da Unicamp e um dos editores da revista ComCiência. Atualmente desenvolve pesquisas referentes à cultura digital e sua aplicação na sociedade contemporânea. Coordena o grupo Digitalismo. É professor do Mestrado em Divulgação Científica e Cultural (MDCC – Labjor/IEL).

Mais informações sobre o evento aqui